Publicação em destaque

tarte de arroz doce com chocolate e cacau

Saiu na ultima revista Bimby - Momentos de Partilha (47 - 2ª série, Outubro 2014), uma receita que tem feito muito sucesso: pastéis de arro...

segunda-feira, 31 de março de 2014

cassoulet de frango

Vi no 24 Kitchen os Hairy Bikers fazerem um cassoulet de dieta e fiquei intrigada com o prato. Após algumas pesquisas encontrei uma receita do Raymond Blanc e percebi que o feijão branco, bacon, o tomilho, salsicha, gordura de porco e/ou de pato e pernas de pato fazem parte da receita clássica de cassoulet mas resolvi substituir o pato por frango e usar entremeada de porco.
Supostamente, as carnes devem ser fritas primeiro e, no fim, ainda vai tudo ao forno durante umas horas com pão ralado por cima. Optei por cozer tudo a vapor usando a Varoma da Bimby para tornar o prato o mais saudável possível, apesar de achar que talvez um tempo de forno não lhe fizesse mal.
A única vantagem de usar feijão seco é este ter menos possibilidade de se desfazer do que feijão enlatado. Contudo, após o tempo de espera para o feijão cozer, da próxima vez que experimentar, usarei feijão enlatado e reduzirei os tempos de cozedura significavamente.


domingo, 30 de março de 2014

arroz aromático com limão e canela

Para terminar o fim-de-semana, fiz um arroz que ficou com um aroma absolutamente fantástico e um sabor maravilhoso. Infelizmente, estas impressões não se conseguem mostrar em imagens, o que é uma pena.
Cá em casa, faz-se arroz com bastante frequência. É um alimento bastante versátil e que acompanha bem quase tudo.

horta na varanda | microvegetais

Os microvegetais parecem-me estar na mesma, desde a semana passada até agora. Será do tempo? Aposto mais em eu não perceber nada disto. Ainda não vai ser esta semana que vou experimentar os meus microvegetais.


sábado, 29 de março de 2014

panqueca com morangos

E que tal começar o fim-de-semana com panquecas e morangos? A inspiração veio do Pinterest onde encontrei uma receita de honey cloud pancakes mas como me desagrada usar só meio ovo (quando não tenho planos para usar o resto), acabei por modificar a receita usando os ovos inteiros.
A massa fica com uma textura maravilhosa semelhante ao flognarde. Acredito que ficaria ainda mais fofa usando 1 ovo e uma clara. Recomendo o uso de uma frigideira que possa ir ao forno e não o wok como eu usei.



sexta-feira, 28 de março de 2014

salmão assado com crosta de pesto

A última vez que participei no desafio A Escolha do Ingrediente da Tertúlia da Suzy foi em Janeiro. Quando vi que a escolha recaiu sobre o salmão e o blog anfitrião era o Cozinha Aromática, tinha que participar!
Na realidade, já andava há que tempos para experimentar salmão com pesto e este desafio foi a desculpa ideal. Não sei precisar nenhuma receita porque inventei tendo em mente fotos que vi por aí. Também não há muito para inventar nesta receita.
Usei pesto caseiro que se faz num instante: pesto de manjericão e pinhões (o tradicional), pesto de hortelã e amêndoa ou pesto de coentros e nozes. Estive quase para fazer um diferente mas o cansaço da semana não me permitiu muita inovação. 

terça-feira, 25 de março de 2014

baked beans com cerveja e frango

Estamos na Primavera mas está frio e apetece comida de conforto saída do forno para a mesa.
Tem-me ocorrido que já há algum tempo que não comíamos feijão e esta receita da Gasparzinha de baked beans com cerveja e frango pareceu-me perfeita para um jantar diferente. Acabei por fazer uma receita adaptada mas muito saborosa.
Para quem tiver onde aquecer a comida no trabalho, é perfeito para levar na marmita. E é uma refeição tão reconfortante!

domingo, 23 de março de 2014

horta na varanda | microvegetais

Os microvegetais estão tão bonitos. Ainda não estão prontos mas parece-me que pouco falta. Talvez daqui a uma semana. O processo todo pode demorar até duas semanas, segundo li.
Entretanto, ocorreu-me que seria importante que a floreira onde os coloquei escoasse melhor a água da rega. Como não abri furos quando plantei, estivémos hoje a fazer furinhos com um berbequim. Isso, sim, foi uma aventura!


extracto de menta caseiro

À semelhança do extracto de baunilha caseiro, resolvi-me também a fazer extracto de menta. A receita encontrei-a no pinterest e tem sugestões para outros extractos caseiros.
O rácio é de ½ cup de folhas de menta para cerca de 0,30 dl de vodka. Como usei uma garrafa inteira de vodka com 7,5 dl, aumentei consideravelmente a quantidade de folhas de menta. Usei daqueles raminhos de 50 g que se encontram na maioria dos supermercados e ainda algumas folhas de uma hortelã-menta e umas hastes de hortelã-chocolate.

Existem imensas variedades de hortelã. A que mais habitualmente encontramos nos supermercados é hortelã-menta ou hortelã-pimenta. Além desta, gosto de ter em casa hortelã-chocolate que encontrei à venda no Viplant e também no LIDL, em vasos. Já encontrei hortelã-ananás e hortelã da ribeira, ambas através d' O Meu Amor é Verde. Contudo, a primeira vez que me apercebi da existência de vários tipos de hortelã foi através do Herb Pack.


extracto de baunilha caseiro

Um dos ingredientes indispensáveis na cozinha é extracto ou essência de baunilha. A diferença entre os dois, além do preço, é a forma como cada um é confeccionado. O extracto de baunilha é feito a partir das vagens de baunilha enquanto a essência é confeccionada quimicamente a partir de produtos sintéticos. A essência chega a custar um terço do preço do extracto e encontra-se com alguma facilidade em supermercados. O extracto é mais difícil de encontrar e bastante mais dispendioso. Há ainda vários tipos de baunilha:

São quatro as variedades de Vanilla utilizados para cultivo, listados segundo as correspondente designações do produto comercial:
  • Baunilha Bourbon ou baunilha Bourbon-Madagascar, produzida a partir de plantas de V. planifolia levadas das Américas, é o termo usado para a baunilha das ilhas do Oceano Índico, como MadagáscarComores, e Reunião, antigamente chamada Île Bourbon.
  • Baunilha mexicana, produzida a partir de V. planifolia nativa, é produzida em muito menor quantidade e comercializada como a baunilha original.
  • Baunilha de Taiti é produzida na Polinésia Francesa, a partir de V. tahitiensis. Análises genéticas mostram que esta espécie é provavelmente um cultivar híbrido resultante do cruzamento entre V. planifolia e V. odorata. Esta espécie terá sido introduzida na Polinésia Francesa por François Alphonse Hamelin a partir das Filipinas, onde havia sido introduzida desde a Guatemalaatravés da rota do Galeão de Manila.16
  • Baunilha da Índias Ocidentais é feita a partir de V. pompona cultivada no Caribe , América Central e do Sul.17

A Alexandra do Bimbexpress partilhou a sua receita de essência de baunilha caseira mas acabei por seguir uma outra que encontrei no Pinterest. Mais recentemente, a Dulce da Cozinha da Duxa também apresentou a sua receita de aroma ou essência de baunilha caseira.
Para extractos de outros aromas, podem ver esta receita.



sábado, 22 de março de 2014

queques de feta e tomate

Do meu mais recente livro de culinária, popina - iguarias saudáveis, a primeira receita que destaco são estes quequer de feita e tomate. Achei este livro irrestível de uma ponta à outra e fiquei com vontade de experimentar cada uma das receitas. O livro tem um preço muito simpático e as receitas são divinais.
Estes queques são rápidos de confeccionar e perfeitas para um piquenique primaveril.


quarta-feira, 19 de março de 2014

passatempo | Odisseias

Em parceria com a Odisseias, trago-vos um passatempo fantástico! Penso que a Odisseias dispensa apresentações mas quem não conhece, saibam que oferecem packs de experiências a preços muito simpáticos. Em cada pack, existem várias opções de Norte a Sul do país para poder usufruir do pack.

A Odisseias existe desde 2005 e é uma empresa 100% portuguesa. O nosso objectivo é proporcionar-te a realização dos teus sonhos, através de um serviço de excelência a preços acessíveis.



Os prémios serão:

1º lugar - pack Jantar a Dois



Para se habilitar basta:

| Tornar-se seguidor, sempre que possível, do blog: Telita na Cozinha

| Gostar das páginas de Facebook:

| Partilhar publicamente a foto do passatempo no Facebook ou, em alternativa, divulgar este post no vosso blog ou página de Facebook.

| Em comentários da foto de Facebook, comentar deixando o nome de, pelo menos, dois amigos. [opcional]

| Enviar por e-mail uma receita de sobremesa inteiramente à vossa escolha com fotografia, nome de seguidor e link da partilha do passatempo. (Coloquem pf no subject/assunto do e-mail: Passatempo - Odisseias)


Só poderão ser consideradas as participações que cumprirem todos os critérios. Caso contrário, a participação não será considerada válida e não será considerada.
Só será considerada uma participação por pessoa. Se a mesma pessoa enviar várias receitas, só será escolhida uma.
O passatempo só é válido para moradas em Portugal.

Os critérios para a escolha dos vencedores irão ter em conta a apresentação, a originalidade e o modo de preparação.

Todas as fotos enviadas para o passatempo serão colocadas em album no Facebook da página Telita na Cozinha.


O passatempo irá decorrer entre 21 de Março e até às 23:59 do dia 06/04/2014.
O vencedor será divulgado até 13/04/2014, salvo indicação em contrário ou não haverem participações suficientes para tal.


P.S.: O ideal seria publicarem uma receita no vosso blog, linkando para aqui e depois partilhar este post ou a foto do Facebook.


Siga-me aqui:

domingo, 16 de março de 2014

flognarde de morangos

Apesar de ainda não estarmos propriamente em época de morangos, já há imensos por aí à venda. A época dos morangos é de Abril a Agosto. Mas morangos soa a tempo quente e assim que eles aparecem, apetecem. 
Adoro flognarde e, então, de morangos é maravilhoso. O primeiro que fiz foi de ananás e côco e ficou divinal. O segundo foi este, de morangos, que levei a um jantar em casa de amigos e foi devorado. Também fiz clafoutis de cerejas que igualmente recomendo.
A massa do clafoutis e a do flognarde são idênticas mas, por uma questão de precisão, denomina-se clafoutis quando é feito com cerejas e flognarde quando é feito com quaisquer outras frutas.

cheesecake de laranja

As laranjas são, de facto, extremamente versáteis e prestam-se a sobremesas deliciosas e com a Primavera prestes a chegar, o que apetece são coisas, assim, frescas que lembrem os dias quentes que estão para vir.
O mote para esta sobremesa foram os biscoitos de laranja Du Bois de la Roche que estavam a piscar-me o olho e quando tropecei nesta receita de No Bake Raspberry-Lemon Cheesecake, achei que era perfeita. Um dia destes, hei-de ser fiel à receita porque também me parece absolutamente deliciosa.
Com estas quantidades rendeu para 5 copinhos mas houve um deles que, entretanto, desapareceu.


sábado, 15 de março de 2014

salada de espinafres, bacon e maçã com molho de iogurte e hortelã

Na revista anual do Jamie Oliver das Receitas do Ano, encontrei uma salada de Primavera que me pareceu deliciosa. A receita original é de uma salada de espargos (de que não gosto) com espinafres e bacon. Como não gosto de espargos, adaptei ao que tinha em casa.
A mistura de sabores revelou-se surpreendente. O bacon e a maçã crocantes com a frescura do molho com hortelã e os maravilhosos espinafres é uma combinação de sucesso.


dicas | microvegetais

Andei a fazer pesquisas para ter os meus microvegetais (brotos, no Brasil, microgreens ou microvegetables, em inglês) e encontrei dicas fantásticas. Encontrei ainda outras dicas bem mais completas sobre todo o processo aqui.
Gastei cerca de 8€ (em sementes, terra, vaso e prato do vaso) para este meu projecto e espero daqui a uns dias já ter os meus microvegatais!
Plantei agrião, brócolos, espinafres e beterraba e, em teoria, em 10 dias terei a primeira colheita. Poderá demorar entre 10 dias a duas semanas.
Escolhi legumes que me agradam, claro, mas há outras opções e, segundo li, podem criar-se microvegetais a partir de quase tudo. A terra deve manter-se húmida e após a primeira colheita pode plantar-se uma nova por cima, sem sequer tirar as primeiras sementes, que acabam por servir como adubo.
Estes primeiros rebentos (da foto) são os rebentos das sementes. Para colher basta cortar acima do nível do solo.
Os microvegetais podem ser usados em saladas, sandes e em salteados e fica muito mais económico plantar do que comprar os microvegetais.

microgreens

sexta-feira, 14 de março de 2014

dicas | Workshops Gratuitos - Ritual de Chá

Venha descobrir a milenar cultura Chinesa do Chá. Iremos aprender as regras básicas para a execução da cerimónia de chá básica, desde as técnicas de degustação até à selecção das folhas de chá. E, mergulhando profundamente na filosofia chaísta, apreciar o momento:  
«O ardor da tarde ilumina os bambus, as fontes murmuram com gosto, o sussurro dos pinheiros escuta-se na nossa chaleira. Sonhemos com a evanescência, e demoremo-nos na bela tolice das coisas.» (Kakuzo Okakura, "Livro do Chá").


Condições de participação:
- Nº máximo de participantes por sessão: 20 pessoas;
Inscrição: gratuita, mas necessita fazer o pedido via email (para info@prochinese.pt) e receber um email de confirmação.
- Duração de cada workshop: 1 hora (os workshops são todos independentes)

Datas:
Sexta 14 Março
• Língua + Cerimónia de Chá Chinês: O mundo inteiro num Bule de Chá (18.30-19.30)
Sexta 21 Março
• Língua + Filosofia Chinesa: A sabedoria que um Homem Precisa (18.30-19.30)
Sexta 28 Março
• Língua + Magia dos Caracteres Chineses: Um puzzle simbólico para a Humanidade (18.30-19.30)
Sexta 4 Abril
• Língua + Filosofia Chinesa: A sabedoria que um Homem Precisa (18.30-19.30)
Sexta 18 Abril
• Língua + Cerimónia de Chá Chinês: O mundo inteiro num Bule de Chá (18.30-19.30)
Sexta 25 Abril
• Língua + Magia dos Caracteres Chineses: Um puzzle simbólico para a Humanidade (18.30-19.30)

Descrição dos Workshops:

Língua + Cerimónia de Chá Chinês: O mundo inteiro num Bule de Chá
Duração: 1h
Público-alvo: todas as pessoas interessadas no tema.
Objectivos: introdução à Língua chinesa através das expressões associadas à cultura e filosofia do Chá. Passos para a realização do ritual de Chá Chinês e demonstração do mesmo ritual.

Língua + Filosofia Chinesa: A sabedoria que um Homem Precisa
Duração: 1 hora
Público-alvo: todas as pessoas interessadas no tema.
Objectivos: introdução à Língua Chinesa através das expressões associadas às ideias fundamentais do Pensamento Tradicional Chinês. A Filosofia Chinesa como sabedoria universal.

Língua + Magia dos Caracteres Chineses: Um puzzle simbólico para a Humanidade
Duração: 1 hora
Público-alvo: todas as pessoas interessadas no tema.
Objectivos: introdução à Língua chinesa através das expressões associadas à cultura dos Caracteres Chineses. Exercícios de reconhecimento e descoberta dos conceitos por detrás dos Caracteres.



Siga-me aqui:

quinta-feira, 13 de março de 2014

parceria | Orivárzea: arroz Bom Sucesso

É com grande satisfação que anuncio a parceria entre este blog e a Orivárzea.

A Orivárzea, sediada na Lezíria Ribatejana, comercializa arroz de diversos tipos com qualidades únicas e de origem 100% portuguesa com um rigoroso controle em todas as fases de produção.



almôndegas com especiarias chinesas e arroz chau-chau

Tenho visto no 24 Kitchen o programa do Jamie Oliver das refeições em 15 minutos. Claro que ele optimiza as tarefas de tal forma que mostra que é mesmo possível fazer refeições deliciosas em pouco tempo. Não sou nada ágil nestas coisas e tantas vezes me acontece que uma refeição que me parece que vai ser rápida, demora uma eternidade (medida pela fome com que estamos na altura).
Voltando ao Jamie. Ele faz umas almôndegas super rápidas temperadas só com especiarias (e, provavelmente, ervas aromáticas frescas e malagueta). Resolvi temperar com 5 especiarias chinesas e molho de peixe. Ficaram bastante saborosas mas, para quem não aprecia o sabor de anchovas, o molho de peixe deve ser usada com muita moderação.
Usei também uma dica que aprendi num dos programas da Donna Hay para moldar as almôndegas e ficaram todas com o mesmo tamanho.


domingo, 9 de março de 2014

quiche de bacalhau e espinafres

Esta é uma quiche de aproveitamentos e daí o mascarpone. Normalmente, para o recheio, uso 3 ovos e 3 pacotes de natas com pouca gordura mas como tinha mascarpone, usei em vez das natas.
Fazemos poucas quiches cá em casa porque, durante algum tempo, fiz tantas que enjoámos. Mas hoje estava-me a apetecer e, além disso, é excelente para a marmita.



horta na varanda

Com o Inverno a horta na varanda sofreu bastante. Por isso, comprei uma estufa para tentar que as aromáticas se mantenham viçosas. Em Outubro, as plantinhas estavam tão bonitas mas com o frio não vingaram.
Ainda tenho que colocar os Herb Packs na parede para plantar sementes que comprei mas ainda quero encontrar sementes para ter os meus microvegetais.









pudim de bolacha e cappuccino com cuajada

Agora que há cuajada à venda por todo o lado, aventurei-me num pudim com sabor a cappuccino. Ainda não vi a dita cuja à venda mas sei que se encontra no Jumbo e no Pingo Doce e sei que há da Condi e da Royal. Cá por casa, ainda estou a usar cuajada vinda de Espanha.
Aqui fica uma sugestão fresca, agora que os dias começam a aquecer.
A forma mágica, desta vez, não foi amiga e a desenformar, o pudim não ficou perfeito mas, ainda assim, está bastante saboroso.

eventos | LxMarket


TODOS OS DOMINGOS na LxFactory
das 11h às 18h 

Se gosta de peças inéditas, únicas, hand made, vintage ou em 2ª mão, vir ao LxMarket é o seu programa de domingo. 

Aqui pode conhecer os nossos vendedores.



Siga-me aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...