Publicação em destaque

limonada de framboesas

Com o tempo, finalmente, a querer aquecer, nada como uma fresca limonada de framboesas. As framboesas são ricas em vitamina A, ácido fólico...

domingo, 19 de outubro de 2014

dicas | desidratador de alimentos

Meti na cabeça que precisava de um desidratador de alimentos. Encontrei na Amazon UK alguns que tinham um preço simpático mas após a conversão das libras para euros + portes, ficavam um balúrdio. Por isso, comecei a pesquisar a ver se encontrava por cá e acabei por encontrar na César Castro um desidratador a um preço razoável. Infelizmente, só traz um manual de instruções que só tem os tempos de desidratação. Portanto, hei-de comprar livros com dicas mais completas sobre o processo.
O processo de desidratar alimentos remove a água destes prevenindo a sua deterioração por microorganismos e permitindo manter as suas propriedades, aumentando o tempo de conservação.


Os alimentos a desidratador devem ser cortados o mais finamente possível para que o processo seja o mais rápido possível. Aconselha-se o uso de uma mandolina (o que, obviamente, não usei e daí estar cada coisa de seu tamanho).
Os alimentos não podem ser sobrepostos nas bandejas para que o processo seja eficaz. Preenchi as bandejas sem sobrepor mas os alimentos acabam por perder volume com a desidratação e daí serem mais simples de armazenar.
Numa das pesquisas, apercebi-me que frutas como maçã, pêra, banana e afins precisam de pré-tratamento que é tão simples como passar por sumo de limão para não oxidarem durante o processo. Os legumes deverão ser branqueados antes de serem desidratados para conservarem a cor e sabor mais intenso.
Infelizmente, não existe muita informação em português sobre este utensílio de cozinha. Mas encontrei imensas dicas e receitas no Pinterest que podem ajudar a tirar o meu partido do meu desidratador de alimentos.



















Com o entusiasmo com este novo utensílio de cozinha, criei (mais) um grupo no Facebook para que haja mais divulgação sobre este processo. 





Siga-me aqui: follow us in feedly

19 comentários:

  1. Respostas
    1. É um processo muito interessante mas ainda algo desconhecido.

      Eliminar
  2. É uma coisa engraçada! Já comi maçã, morangos e pêssego desidratados, se calhar mais alguns frutos... Mas alguns dos que mostras são bem originais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não desidratei maçãs nem pêras mas serão as próximas frutas.
      O próximo passo será, se se justificar, adquirir uma máquina para selar fruta/legumes em vácuo.

      Eliminar
  3. Eu tb tenho um. Comprei faz menos de um ano. Fiquei muito curiosa ao ver que americanos e alemães usavam imenso. Como o meu também só trazia um livro de instruções demasiado simplista comprei alguns livros na amazon sobre o assunto. Agora falta explorar e comprar uns acessórios no eBay para fazer rolos de fruta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estou desejosa de experimentar os rolos de fruta. :)

      Eliminar
    2. Até agora a dificuldade tem sido acertar com a temperatura... Boa sorte com as experiências.

      Eliminar
    3. olá, sou nova nestas andanças também. estive a procura de livros... podem aconselhar qual o melhor, pf?

      Eliminar
  4. Estou a pensar comprar um desidratador... mas estou ainda indecisa. É uma boa compra? Alguma recomendação ?

    ***Susana

    ResponderEliminar
  5. Boas
    Ali na tabela diz que por exemplo, para maça são 4/6 minutos, ou 4/6horas? é que tou a ver coisas a dizer 8/38

    ResponderEliminar
  6. Comprei um desidratador da Ufesa... é bom? Foi o único que encontrei. Tentei desidratar maçãs mas ficaram moles (e estiveram toda a noite a desidratar). Vou tentar encontrar receitas. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... Tive o mesmo problema com as maçãs. Acho que é necessário perseverança. Desidratei por umas 24 horas ou mais e continuavam sem estar crocantes como as dos pacotes carissimos que se vendem. Guardei-as para comer mesmo assim. Uns meses depois estava a desidratar courgettes mas sobrou espaço e resolvi voltar a tentar. Coloquei as sobras das maças pre desidratadas. E não é que desta vez ficaram maravilhosas?

      Eliminar
  7. Também comprei o meu na César Castro. O problemas está a provar ser lavá-lo... Quando acrescento uma marinada aos vegetais torna-se um pesadelo limpar as prateleiras, especialmente com curcuma...E a distribuição de temperatura é muito pouco uniforme. É um bom desidratador para umas brincadeiras amadoras, mas podia ser bem melhor pelo preço que se paga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andrea, que marca compraste? Vi que na César Castro existem várias marcas e queria evitar os problemas que tiveste... Tens conhecimento de outras marcas melhores?

      Eliminar
    2. Andrea, estive a ver que na César Castro há vários modelos/marcas. Qual foi a que compraste? Tiveste conhecimento de alguma marca melhor? Queria evitar os problemas de que falas... Obrigada :)

      Eliminar
  8. Eu tenho um desidratador igual ao seu e por muito que os alimentos estejam la. nunca ficam crocantes como os de compra :( existe alguma razão? Obrigada

    ResponderEliminar

Grata pela visita! ❤
Todos os comentários são importantes e sempre bastante apreciados.
Não se esqueça de seguir nas redes sociáveis: Facebook * instagram * blogger * bloglovin'.
Obrigada pela sua visita. Volte sempre! 💋

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...